Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Medicamentos perdem a validade e vão parar no lixo em Parelhas
09/12/2020 06:59 em Novidades

Centenas de medicamentos lacrados foram parar no lixo por causa da validade vencida em Parelhas, município da região Seridó do Rio Grande do Norte e que fica a 250 quilômetros de Natal. A cidade é administrada pelo prefeito Alexandre Petronilo (MDB), que está encerrando o mandato. Remédios de vários tipos, muitos ainda na caixa e que não foram distribuídos para a população de Parelhas, foram encontrados em compartimentos nos fundos do Hospital Dr. José Augusto Dantas, que fica na região central da cidade e é administrado pela prefeitura.

Os medicamentos foram encontrados na última segunda-feira 7 por assessores do prefeito eleito, Dr. Tiago Almeida (PSDB). A coordenadora da equipe de transição para a nova gestão, a advogada Patrícia Gambarra, afirmou ao Agora RN que achou no lixo uma grande variedade de remédios, inclusive alguns usados no tratamento de pacientes com Covid-19, a infecção causada pelo novo coronavírus.De acordo com a advogada, os medicamentos estão fora da data de validade, o que inviabiliza a distribuição para a população.

Alguns remédios, segundo ela, venceram há cerca de quatro anos. Ela denunciou o caso à Polícia Civil, registrando um boletim de ocorrência na Delegacia de Parelhas. Patrícia Gambarra pede que o material seja apreendido para investigação. A coordenadora da equipe de transição afirma que a atual gestão ainda não explicou como os medicamentos foram parar no lixo. “Não foi apresentado nenhum relatório da Secretaria de Saúde sobre esse fato. Em entrevistas, a secretaria disse que está tudo OK. E que a medicação venceu porque, na maioria das vezes, o distribuidor entrega essa mercadoria perto do vencimento. Um descaso com o dinheiro público”, ela resume.

O Agora RN procurou a Prefeitura de Parelhas, mas não conseguiu contato. Patrícia Gambarra gravou um vídeo que mostra os remédios encontrados no lixo. Entre os medicamentos, estão vários de controle especial, usados para tratamento de transtornos psiquiátricos. Também foram encontrados colírios, remédios para controle de pressão alta e para combater a dependência do cigarro, além de inúmeros frascos de zinco quelato manipulado – que vem sendo usado para fortalecer o sistema imunológico de pacientes com Covid-19.

FONTE: AGORA RN

COMENTÁRIOS